Rio de Janeiro: novo destino para estrangeiros ambiciosos

Não mais um abrigo para aventureiros com viés criminal, a cidade atrai empreededores e sonhadores

For Rio: new locus of foreign ambition, click here

Nos anos 1970, o assaltante inglês a trem pagador Ronald Biggs tornou o Rio de Janeiro mundialmente conhecido como um esconderijo para fugitivos da lei. Na sua casa em Santa Teresa ele fazia churrascos para turistas, assim ganhando uns trocos para se sustentar.

Hoje em dia uma onda de estrangeiros invade a cidade, munidos de seus próprios recursos, para investir. Chegam com ideias e experiência empresarial. E churrasco no quintal não lhes interessa tanto como as tapas, os burritos, a comida de diner americano, ou gelato— novidades aqui.

Mas o Rio de Janeiro alimenta uma variedade de apetites. O primeiro perfil do RioRealblog de um estrangeiro com sonhos cariocas tem mais fome por ritmo e melodia do que por comida.

Nascida em Sarajevo, criada parcialmente no Kuwait, Devla Imperatrix (seu verdadeiro nome do meio, em homenagem à ópera Carmen Burana, de Karl Orff ) fala nada menos do que oito idiomas.

Possuída por samba

Após anos de dançar e ensinar flamenco na Europa, Devla veio para o Rio de Janeiro com samba na cabeça. Para sua surpresa, existia uma escola de samba com o home de Imperatriz Leopoldinense. Devla não tinha dúvida de que seu destino residisse em Ramos.

Na quadra da escola de samba no ano passado, logo veio um esporro na beldade de um metro e oitenta, por usar uma sandalia rasteira.  “Passista tem que usar salto,” avisou um diretor.

Sem demora, Elymar Santos percebeu o potencial da gringa

Devla não era passista– ainda. Com aulas de Carlinhos de Jesus, ela ganhou um lugar de destaque numa alegoria da Imperatriz no desfile de carnaval deste ano.

“Talvez eu tenha sido a primeira musa estrangeira num desfile de carnaval,” ela comenta. “Mas como eu sou fluente em português e me sinto possuída pelo samba, as pessoas não se deram conta!”

O desfile era outro desafio. O vestido da Devla ficou pronto apenas 45 minutos antes da entrada da escola de samba na avenida. A saia se desprendeu; dançarina e artista experiente, Devla se concentrou em movimentar os braços, transmitindo a magia do samba com o que ela chama de “uma presença contida”, até que conseguiu prendê-la.

Carnival "Muse"

Com um sonho já realizado, a Devla agora pensa em criar e apresentar uma fusão de dança cigana e o samba. Também, não acharia ruim ganhar um papel numa novela da Globo… e no meio tempo, ela utiliza suas habilidades e seu diploma em negócios internacionais na Global Vision Visas, especializada em soluções customizadas de imigração para empresas multinacionais de petróleo e gás.

Advertisements

About Rio real

American journalist, writer, editor who's lived in Rio de Janeiro for 20 years.
This entry was posted in Brasil, Brazil, Transformation of Rio de Janeiro / Transformação do Rio de Janeiro and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s