Violência no Rio de Janeiro revela contradições

Arte de rua em Ipanema

Arte de rua em Ipanema

O pacto social acabou

Sociedade longamente permeada de desigualdades e injustiça, o Brasil tem lá suas compensações, das quais todos estão conscientes:

  • a empregada que processar o patrão irá, provavelmente, ganhar a causa
  • o adolescente preso será, provavelmente, solto
  • o adulto preso será, provavelmente, solto bem antes do fim da sentença (e enquanto estiver na cadeia, terá direito a visitas íntimas, raridade em outros países)
  • pelo menos para quem não está na cadeia, o Carnaval irá, uma vez por ano, servir para desestressar a todos

Nos últimos quinze anos, a desigualdade diminuiu sensivelmente. As empregadas foram trabalhar (e comprar) no shopping, seus maridos na construção civil. Aumentaram as expectativas deles e de seus filhos, um número crescente dos quais não trabalha nem estuda. Ou seja, a mão de obra relativamente barata no Brasil nunca mais será a mesma.

É difícil saber quanto já se perde desses ganhos neste ano, de começo de recessão. Mas uma certeza há:

Está quente o debate sobre a violência, suas causas e o que fazer para diminui-la. A desigualdade polariza o debate. Os que lamentam a morte nesta semana, a facadas, do ciclista na Lagoa Rodrigo de Freitas, são criticados por não dar importância igual às mortes que acontecem nas áreas informais da cidade. Os que lamentam as condições de vida dos jovens que parecem estar praticando cada vez mais assaltos na Zona Sul do Rio são criticados por não serem firmes nos conceitos de certo e errado, do castigo pelo crime cometido.

Uns querem diminuir a maioridade penal. Outros querem diminuir a desigualdade. Cada lado tem suas certezas. Há ódio no ar — o que facilmente pode se traduzir em mais violência ainda.

Quem sabe está na hora de reconhecer o fato de que estamos no meio de uma dolorosa renegociação das relações sociais? Que não dá mais para compensar a desigualdade com bolsões de frouxidão?

Leia mais sobre o que disseram a polícia e especialistas de segurança pública no seminário Rio Metropolitano: Desafios Compartilhados, ontém em Niterói, aqui. As apresentações, com dados muito úteis, estão aqui.

Veja uma reportagem do New York Times sobre a violência no Rio, aqui.

Advertisements

About Rio real

American journalist, writer, editor who's lived in Rio de Janeiro for 20 years.
This entry was posted in Brasil, Transformation of Rio de Janeiro / Transformação do Rio de Janeiro and tagged , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s