Presos dois pela morte do Gambá

Não se pode matar um jovem negro de origem popular e pensar que nada vai acontecer

Hoje de manhã, de acordo com o jornal Extra, dois suspeitos foram presos pela morte do Gambá, 22, dançarino do passinho, no dia 1 de janeiro.

De acordo com o irmão do Gambá, Johnny Peter Rocha, um dos suspeitos seria o segurança do posto de gasolina onde ele foi tomar café de manhã depois de um baile funk de reveillon. Johnny diz não saber quem seria o segundo suspeito, identificado na matéria do Extra apenas como “morador de via”.

“Quero ver as imagens,” o Johnny falou ao RioRealblog por telefone, hoje de manhã. Ele se refere a um vídeo que teria sido gravado pela câmera de segurança do posto, que estaria com a polícia. Somente vendo as imagens “deles agredindo meu irmão”, ele acrescentou, é que a história chegaria a um fim para ele e sua família. Foi Johnny (aqui falando na TV Globo logo após o assassinato) quem descobriu, dia após o crime, que Gambá– Gualter Rocha– havia sido enterrado como indigente.

Leia mais sobre o caso aqui. Amanhã, domingo dia 12 de fevereiro, o programa Fantástico promete desvendar o assassinato desse talentoso jovem tão bonito e cheio de vida.

About Rio real

American journalist, writer, editor who's lived in Rio de Janeiro for 20 years.
This entry was posted in Brasil, Transformation of Rio de Janeiro / Transformação do Rio de Janeiro and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.